• Academia de Revisão

Qual é o certo: "tratam-se de" ou "trata-se de"?



A confusão acontece pela associação dessa construção com os casos de voz passiva sintética (como no exemplo “Alugam-se casas”).

A dica para não cair nessa armadilha é observar a presença da preposição ("de"). O sujeito, ativo ou passivo (não importa), não é um termo preposicionado. A preposição estabelece relação de subordinação do termo que introduz ao anterior, por isso ela encabeça os complementos(nominais ou verbais).

Se o termo preposicionado não pode ser sujeito, o verbo não concordará com ele (o verbo concorda em número e pessoa com o seu sujeito).

Ora, o sujeito está indeterminado - e é a partícula "se" que nos indica isso (daí ser chamada de "índice de indeterminação do sujeito"). O verbo "tratar" tem diversas acepções, mas a que nos interessa aqui é a de "ter por assunto, por objeto", "versar". Nesse caso, "tratar" é transitivo indireto, portanto fica no singular ao lado da partícula "se" e tem o complemento introduzido pela preposição "de". Como bem explica Francisco Fernandes, "tratar-se de" quer dizer "a questão que importa ou que se debate é ". Veja algumas construções possíveis com essa estrutura: "Educar não é fácil; trata-se de uma técnica e de uma arte"; "É uma tarefa árdua: trata-se de revolucionar o ensino" etc.

O correto, portanto, é empregar sempre a construção trata-se de.

Referência: NICOLETI, Thais. "Trata-se de" não tem plural. UOL Educação. Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/dicas-portugues/trata-se-de-nao-tem-plural.jhtm>. Acesso em: 16 jul. 2015.

#gramática #plural

886 visualizações

E-mail:

revisao@academiaderevisao.com

 

Telefones:

(11) 2537-2735

(11) 2619-7377

(11) 99552-4140

© 2016 Academia de revisão